sábado, 16 de fevereiro de 2013

Estatística

O estudo da Estatística tem sido impulsionado por sua utilização em vários ramos da atividade humana.

 Aurélio Buarque de Holanda definiu Estatística como sendo a parte da Matemática em que se investigam os processos de obtenção, organização e análise de dados sobre uma população ou sobre unma coleção de seres quaisquer, e os métodos de tirar conclusões e fazer ilações ou predições com base nesses dados.
  Porém, mais importante do que defini-la é poder identificar a sua importância e o aumento de sua utilização. Na leitura de um jornal, por exemplo, ao percorrermos assuntos como política, economia, esporte, saúde e educação percebemos a utilização de estudos estatísticos como forma de melhor esclarecer o leitor.
  A Estatísticas está ligada a vários ramos da atividade humana. O seu estudo e aperfeiçoamento também foram impulsionados por essas atividades, como é o caso da Biologia e, em particular, da Genética. Estudos de pesquisadores, como os britânicos Karl Pearson (1857-1936), professor de eugenia na Universidade de Londres, e Ronald A. Fisher (1890-1962), não foram únicos. Além de deixarem contribuições valiosas como geneticistas, desenvolveram, paralelamente, alguns trabalhos em Estatística.