sábado, 19 de maio de 2012

Graduação do Termômetro




Dentre as escalas usadas para a graduação de um termômetro, as mais utilizadas são: a escala Fahrenheit, adotada principalmente nos países de língua inglesa ( Estados Unidos, Inglaterra, etc.), e a escala Celsius, no restante do mundo.
Para graduar um termômetro na escala Celsius, escolhem-se duas temperaturas determinadas: a da fusão do gelo, à qual se atribui o valor zero, e a da ebulição da água, à qual se atribui o valor 100. Dividindo-se o intervalo entre os dois pontos fixos ( 0 e 100) em 100 partes iguais, obtém-se o termômetro graduado na escala Celsius, que é uma escala centesimal.
Na escala Fahrenheit, divide-se o intervalo entre os pontos fixos em 180 partes iguais. Atribui-se ao nível inferior o valor 32 e ao superior, o valor 212; então, o zero dessa escala está 32 graus Fahrenheit abaixo da temperatura de fusão do gelo.


A pressão varia em função da profundidade


Você pode realizar um experiência para comprovar uma importante função da física: que a pressão da água varia em função da profundidade. Faça três furos em uma garrafa plástica e coloque-a debaixo de uma torneira aberta. Você vai verificar que a maior pressão nos furos inferiores da garrafa faz a água esguichar mais longe, em trajetória quase reta; a pressão menor nos furos de cima produz um jorro mais fraco.

Um comentário: