quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Didática, Influência Francesa

Situação Didática

Uma situação didática é formada pelas múltiplas relações pedagógicas estabelecidas entre professor, alunos e o saber, com a finalidade de desenvolver atividades voltadas para o ensino e para a aprendizagem de um conteúdo específico
         Somente com estes três elementos é que teremos uma situação didática.
         Porém estes três elementos, ou a situação didática, não são suficientes para entender por completo o conteúdo em questão: precisa-se de uma vinculação com outros recursos didáticos, para que se entenda realmente a matéria, como por exemplo, a forma como o professor ensina, os métodos utilizados, a disposição da matéria. É muito importante que o professor saiba apresentar o conteúdo para que os alunos se interessem e vejam o conteúdo em sua realidade, caso contrário os alunos ficarão cada vez mais distantes e não entenderão nada.

         Um dos desafios da didática é que cada um desses elementos recebe influências diretas das especificidades do conteúdo em questão. Portanto é preciso destacar essas especificidades.

Situação Adidática

Para uma efetiva aprendizagem do aluno, deve-se considerar as situações em que o aluno continua aprendendo, mesmo que o professor não esteja presente, pois as aulas em si representam apenas uma parcela dos possíveis momentos de aprendizagem, e não o todo.
        Segundo Brosseau, as situações onde há o aprendizado, mas sem a presença do professor são denominadas situações adidática.
         Uma visão pedagógica tradicional consideraria apenas como didática os saberes desenvolvidos em sala de aula e desconsideraria as influências do mundo extra-escolar. Porém, na realidade não é isso o que acontece. Considerar as situações adidáticas é justamente um desafio para romper com as velhas práticas da didática.
         Segundo Johsua e Dupin, o termo “situação adidática” é ambíguo, pois ao mesmo tempo que não pretende desenvolver um conhecimento didático, a didática acaba estando presente.
         Portanto a Educação Escolar engloba as situações controláveis pelo professor e as não controláveis por ele.

Problema da Validação do Saber

         A aprendizagem só é completa se houver uma evolução de dependência entre as várias situações didáticas.
         A validação de um saber só é efetivada quando passa de um plano particular, subjetivo experimental, para um maior, aceito e reconhecido como verdadeiro por uma comunidade científica. A ausência de contradição também é um fator necessário para a validação de um saber.
         Porém, a aprendizagem só evolui na medida em que ocorre a tomada de consciência da presença de contradição em um certo conhecimento.
         A finalidade da didática é fazer com que o aluno perceba a existência de contradição em seu conhecimento. A contradição é necessária para a continuidade da aprendizagem do aluno, uma vez que faz com que ele pense sozinho, use seu raciocínio para enxergar possíveis oposições.

Bibliográfia:

Nenhum comentário:

Postar um comentário